CSJ - Cia de Saneamento de Jundiaí

Enquanto você navega,
m³ de esgoto estão sendo tratados.

A Cia Saneamento de Jundiaí é a concessionária responsável pelo tratamento de todo esgoto gerado pela cidade, incluindo indústrias e comércio.


No ano 2000 foi criado um setor especialmente voltado ao monitoramento das indústrias, o Monitoramento de Efluentes Industriais. Este setor realiza coletas diariamente, de modo a controlar os lançamentos industriais. Os principais objetivos do monitoramento são:


•             proteger o sistema biológico de tratamento de esgotos
•             proteger a rede publica coletora de esgotos
•             possibilitar o uso do lodo de esgoto como matéria prima para fertilizante,
•             permitir uma cobrança justa das cargas orgânicas
•             identificar lançamentos irregulares de esgotos na rede de aguas pluviais

 

A legislação de Jundiaí prevê o a cobrança de tratamento de esgoto diferenciado para as indústrias, que deve ser feito de forma proporcional a carga orgânica lançada, as coletas realizadas pelo setor de Monitoramento Industrial geram resultados capazes de mensurar a qualidade dos esgotos e posterior cobrança de forma justa. Além disso são realizados ensaios de parâmetros do artigo 19-A do decreto estadual 8468/76 com o objetivo de controlar e inibir lançamentos não conformes. O monitoramento é realizado utilizando amostragem composta de 24 horas que é feita com o uso de amostradores automáticos, o setor tem também a acreditação do CGCRE para a amostragem, garantindo a qualidade dos resultados obtidos.


O setor atua também monitorando medidores de volume de esgoto nas indústrias que optam pelo uso, sendo também utilizado na cobranças dos serviços de tratamento. É realizado um rigoroso controle de calibração e verificação dos equipamentos garantindo o bom funcionamento do sistema. Além deste controle contamos com o uso de Equipamentos de Vídeo Inspeção e Rastreamento com Fumaça para evitar lançamentos não conformes. Realizamos ainda vistorias constantes nos estabelecimentos industriais com o objetivo de acompanhar alterações nas suas instalações sanitárias bem como em seus processos que possam gerar efluentes nocivos às tubulações ou à ETEJ.