Tratamento de esgoto com segurança e respeito
ao meio ambiente

Saiba Mais

Nossa História

Fundada em 1996, a Companhia Saneamento de Jundiaí (CSJ) construiu a ETEJ, Estação de Tratamento de Esgotos de Jundiaí, com o objetivo de tratar o esgoto da cidade.

A operação começou em 1998 e, hoje, 98% de todo o esgoto gerado pelo município é coletado pela DAE S/A e 99% deste montante são encaminhados à ETEJ, onde recebe tratamento e destinação adequados. Com isso garantimos saneamento de qualidade e respeito à cidade de Jundiaí.

Além disso, o lodo produzido no processo é transformado em fertilizante orgânico composto de uso seguro e irrestrito, beneficiando diversas culturas como café, cana-de-açúcar, grãos, frutíferas, hortaliças, tubérculos, além de pastagens, florestas, parques, jardins, floreiras e plantas ornamentais. Saiba mais em Fertilizante Orgânico.

Tratamento de Esgoto

O tratamento de esgoto é uma ação de saneamento básico que tem como objetivo remover substâncias indesejáveis e reduzir a carga orgânica das águas residuais antes de retorná-las ao meio ambiente ou de ser reutilizada.

As unidades de tratamento são conhecidas como ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), onde os esgotos provenientes de residências, comércios e indústrias passam por vários tipos de processos para a redução dos poluentes.

saiba mais

Sistema de Gestão Ambiental e ISO 14001

Os esforços sistemáticos da CSJ para garantir qualidade no tratamento do esgoto formam o nosso Sistema de Gestão Ambiental – SGA.

Desde 2014, o SGA é certificado na norma ISO 14001, conferindo confiabilidade, transparência e imparcialidade nos resultados apresentados pela CSJ às partes interessadas.

saiba mais

Nossos Números

A CSJ é a concessionária responsável pelo tratamento dos esgotos da cidade de Jundiaí, operando desde 1998 com responsabilidade e transparência.

  • Capacidade de tratamento

    1.530 L/s (sendo 2.520 L/s no pico)
  • Capacidade de tratamento em carga orgânica

    até 90 toneladas de DBO por dia (equivalente a 1,67 milhão de habitantes)
  • Vazão média atual

    1.100 L/s
  • Eficiência atual

    95% em remoção de carga orgânica
  • Energia consumida

    1.800 MWh/mês
  • Lodo dragado enviado para compostagem após dragagem

    4.500 ton/mês

Últimas Notícias

Acompanhe e aprofunde-se sobre os processos, métodos e desafios do tratamento de esgoto e efluentes com as mais recentes notícias e artigos produzidos pela CSJ.

Saneamento de Jundiaí é destaque nacional na revista Veja

25 / 10 / 2021

Jundiaí é cidade-modelo do Brasil no tratamento de água e esgoto há anos graças ao bom planejamento e esforços com resultados de longo prazo.

leia mais

Qualidade do Rio Jundiaí fortalece a segurança hídrica regional

27 / 9 / 2021

O tratamento de esgotos teve uma participação fundamental na melhora da qualidade do Rio Jundiaí que fortalece a segurança hídrica regional em períodos de escassez.

leia mais

Em Jundiaí, lodo de esgoto é transformado em fertilizante e empregado na agricultura

19 / 9 / 2021

O lodo de ETEs, na maior parte das cidades brasileiras é depositado em aterros sanitários, no município de Jundiaí, passa por um processo bem-sucedido, tornando-se exemplo para outras gestões municipais.

leia mais

Esgoto e água pluvial não combinam: os problemas gerados quando os sistemas são interligados

30 / 6 / 2021

Entenda os riscos envolvidos e como isso pode afetar a saúde da sua família.

leia mais